#Conquistas Culturais

#Atuação Sinérgica

O atuante produtor cultural Cláudio Lavôr é roraimense, nascido em 04 de abril de 1974, empreendedor do setor de comunicação, comanda com enorme dedicação o estúdio Biosphere Records, sua versatilidade o conduz como um dos mais destacados produtores musicais em Roraima, além de dirigir a produção de inúmeros trabalhos no setor fonográfico, filmes, documentários, possui em seu portfólio a realização de trabalhos audiovisuais reconhecidamente notáveis, integrando os concursos nacional e internacional.

A frente da presidência da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-metragistas de Roraima - ABDeC-RR, sendo integrante do Conselho Consultivo do Centro Audiovisual Norte-Nordeste - CANNE.

 

O desenvolvimento de suas obras, participam de inúmeros projetos cinematrográficos em relevantes projetos culturais, tendo nas artes cinematográficas conceituadas obras, como o DocTV III e IV, e a série audiovisual Labculturaviva, de incentivo a produção artística. Entre as suas participações, em dezembro de 2014, Cláudio Lavôr foi premiado com título: “Melhor Trilha Sonora Original”, no Festival Internacional de Cinema do Caeté/PA - FICCA, por meio do filme roraimense “Filhos da Hutukara". E o filme “SERENKATO - O Canto da Floresta”, também produzido pela Biosphere Records, sendo consagrado com o Prêmio de “Melhor Produção Amazônica”, no 5° Festival de Cinema Curta Amazônia.

Entre as propostas de socialização do conhecimento para a formação de novos produtores culturais nas área de artes visuais, o projeto “Workmachine Projekt”, assume no cenário local o papel de indutor a realização de propostas muciais, tendo como coordenador geral e produção musical de Lavôr, que tem aprimorado a perspectiva cultural regional, difundindo a diversidade cultural, além de ampliar a abrangência para o alcance de interessados em novos modelos e percepção do panorama comunicacional, projetando o Estado de Roraima para o mundo com conceituadas elaborações, bem como o registro de nossa arte, movimentos culturais, e rica miscigenação, rompendo fronteiras dogmáticas e promovendo os novos artistas roraimenses.

 

A multiplicidade artística de Lavôr lhe é peculiar, como músico é reconhecido por projetos musicais desenvolvidos durante os últimos 25 anos, buscando sempre incorporar a sua produção a inovação, assim como as tendências tecnológicas e elementos singular nas atividades propostas e implementadas em suas obras, sua presença em estudos de gravações foram fundamentais para que os críticos o considerassem como um dos mais versáteis, exercendo continuamente os processos produtivos com muitas leituras e repaginações, que ampliam a sua percepção artística para às formulações de novas criações.

 

As características marcantes em suas obras é caráter integrador de artes e artistas, tanto que em suas produções comunicacionais integram técnicas e elementos que o posicionam como um dos mais respeitados da área, oferecendo ao público amante da qualidade musical shows multimídias, sendo um dos primeiros músicos a colocar inserir no palco roraimense um computador controlando vários teclados, um mix que consolida uma verdadeira orquestra virtual, apresentando estilos musicais como: new age, música eletrônica e vários outros ritmos, em uma sinérgica construção midiáticas em estilos e artes contemporâneas, promovendo já no final da década de 80 todos os elementos musicais reunidas pelo artista.

 

Lavôr ao implementar o projeto "Workmachine", na década de 90, teve a oportunidade de participar de vários festivais e encontros da música eletrônica, inserindo-se definitivamente como expoente do segmento artístico em nível nacional, e ultrapassando fronteiras por meio do projeto Workmachine, no mainstream da música eletrônica, relevante corrente e principal setores produtivos do segmentos musical internacional. Em 2009 foi convidado a participar do Ecosystem 5.0, em São Paulo, sendo Lavôr o único músico da região norte, e um dos dois brasileiros que participaram deste Festival Internacional, o Ecosystem 5.0 é reconhecido um dos maiores e significativos festivais da Música Eletrônica no Mundo, compondo o grupo de 37 artistas  na realização dessa edição.

 #Espaço#Produção#Desenvolvimento#Humanidade

 

#Rentabilidade e Aprimoramento Profissional

Oportunidades são construídas a partir de novas perspectivas encontradas no mercado de trabalho, possibilitando geração de emprego e renda aos profissionais autônomos consultores. E o convite é feito por um de seus líderes em venda, responsáveis pela captação de novos interessados em atuar no setor de perfumaria cosmética. Entre os destacados consultores está o artista, escritor e humorista Nel Gomes, responsável pelo acompanhamento de novos cadastramentos, gerenciados pela própria plataforma da EssenciaUp por meio do site: www.upessencia.com.br após a efetivação do cadastro o novo agente de venda passa a ter a oportunidade de lucro, dispondo de 43 fragrâncias desenvolvidas, a partir do principal polo de produção na França. Informações complementares podem ser obtidas por meio do número +55 95 99117 9300.

 

#Entretenimento Saudável e Familiar Naturalmente

 

#GOLadeira

Foi super prestigiado em sua primeira edição, tendo a temática dos esportes radiais e urbanos como eixo central do encontro cultural esportivo. E quem marcou presença no grandioso evento, que foi instalado em uma linda avenida de nossa Capital, foi a Equipe Morcegos Patins Club, que juntamente com diversos outros desportistas integram a programação. Na foto da esquerda para a direita, Bruna Nunes, Matheus Cruz, Wallace Fernandes e Derick Almeida.

 

#Qualidade em todas as suas imagens em produções criativas