Fotos: Orib Ziedson

Excelência e referência do ballet roraimense a notável Cristina Rocha tem um histórico brilhante repleto de realizações.


A abertura da Escola de Dança no ano de 1993, sob a coordenação geral da bailarina Cristina Rocha, inicia um momento de lindas realizações culturais, sendo de enorme repercussão e destinada à educação por meio da arte, peculiarmente a dança clássica.



A Escola passou a ser referência desde a sua implantação em Boa Vista, passando a exercer importante contribuição consolidando a tradição em formação a inúmeros alunos em dança clássica na da região norte, e em particular no Setentrional Roraima, sua proposta tem desenvolvido a linguagem da dança em distintas modalidades, dentre elas: Ballet Clássico, Neoclássico, Baby Class e Jazz.



Em seu currículo, constam desde apresentações continuas e atuantes no nosso Estado, como também em nível nacional, através dos festivais que participa. Dentre muitos, além das participações com apresentações e oficinas, a Escola nos presenteia com prêmios relevantes no meio da dança.



Destacadas conquistas demonstram o brilhantismo impecável da socialização da arte em seus mais variados segmentos, dos quais se evidenciam: Prêmio de incentivo a Dança, por divulgar e implantar o ballet clássico em Roraima (julho de 2000 /Rio de Janeiro no Festival do Conselho Brasileiro de Dança, e no mesmo ano, recebeu também através do também Conselho Brasileiro Menção Honrosa do Conselho Internacional de Dança, Filiado a UNESCO. 

No Festival Internacional de Dança da Amazônia. (FIDA), realizado na cidade de Belém-Pa, onde em 1999 e 2001 ganhou o prêmio Destaque Juvenil.



Ainda no FIDA, conquistou em 2004, O PREMIO MELHOR COREOGRAFIA BALLET CLÁSSICO, com a coreografia PÉTALAS.



No Festival de Dança de Fortaleza (julho de 2006), apresentou- se como convidada Especial.



Conquistas recentes evidenciam o portfólio da Escola de Dança Cristina Rocha, evidenciamos o 1º LUGAR DE DUO CLÁSSICO DE REPERTÓRIO (Conselho Brasileiro de Dança/ outubro de 2010).



Participação de 4 bailarinas, dentre estas, 2 ganharam bolsa 100% jovens talentos, para cursar o Miami City Ballet (Julho de 2011) ; e Novamente a Aprovação, porém desta vez, de 17 bailarina, dentre estas, duas ganharam bolsas 50% talentos e uma 100%, para cursar o Miami City Ballet (julho de 2012).



Em 2011 apresentou também ao ar livre, o ballet A Bela Adormecida, onde também em parceria com o SESI, trouxe para Roraima a grande diva do Ballet ANA BOTAFOGO. Os registros fotográficos dessa edição são compostos por fotografias do acervo particular de Cristina Rocha, tendo as assinaturas de conceituados fotógrafos de Roraima, são eles: Charles Wellington e Orib Ziedson.



Inúmeros são as realizações, enaltecemos também a 1ª apresentação ao ar livre de uma obra completa do repertório clássico mundial em Boa Vista (O Quebra Nozes, dezembro de 2007, em parceria com o SESI), do qual despertou na sociedade a necessidade de um Teatro Municipal em nossa Cidade. No ano seguinte, repetiu o feito novamente com o ballet O Quebra Nozes. Formidáveis perspectivas.



Roraima tem obtido destacado espaço no cenário de produção de dança clássica; desta forma, a ESCOLA DE DANÇA CRISTINA ROCHA visivelmente revela por meio da sua participação do primoroso corpo de baile formado pelo povo do rincão roraimense.



Os eventos artísticos em nível nacional e internacional comprovam que as participações de bailarinos de Roraima. Integram agora a história da dança clássica no Estado, além de comprovar a importância da dança como ferramenta de socialização do conhecimento e ampliação da forma sublime de educar para a vida por meio da arte.

 

 

Comentar

Nome:


E-mail:

Cidade - Estado


Mensagem: