Cotidiano
 
Conselheiros elegem presidência e debatem Plano de Resíduos Sólidos
O Conselho Municipal da Cidade de Boa Vista (COMCID-BV) é composto por 54 conselheiros, entre titulares e suplentes
 
Por - Redação I 27/01/2017 - 19:43 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Andrezza Mariot
O Plano de Resíduos Sólidos está sendo discutido com empresas, moradores dos bairros, sindicatos e instituições públicas
Na 55ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal da Cidade de Boa Vista (Comcid), a primeira do ano, os conselheiros elegeram o presidente para o biênio 2017/2018, e, em seguida, discutiram o Plano Municipal de Resíduos Sólidos. O encontro ocorreu nessa quinta-feira, 26, no plenarinho da Assembleia Legislativa de Roraima.

O presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Emhur), Sérgio Pillon Guerra, foi mais uma vez eleito como presidente do Comcid. Como secretário-executivo, a plenária elegeu Carlos Alberto de Souza Filho, presidente da Associação de Umbanda Ameríndios e Cultos Afro Brasileiros do Estado de Roraima.

“Nos sentimos honrados em poder representar novamente este conselho. Vamos buscar atuar, como sempre temos feito, com transparência e determinação dentro das diretrizes voltadas a atender as necessidades da população”, afirmou o Sergio Pillon.

Após a eleição, foi apresentado aos conselheiros o Plano Municipal de Resíduos Sólidos, que contempla pontos como extinção dos lixões, construção de um novo aterro sanitário na capital, redução do volume de resíduos gerados, implantação de reciclagem aliada a mecanismos de coleta seletiva com inclusão social de catadores.

Através desse plano, o município obedece todos os prazos legais estipulados pelo Governo Federal dentro da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) para implantação de novos meios de destinação do lixo, cuja data limite é dia 31 de julho de 2018.

O plano foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros. Para o vereador Zélio Mota, que compõe o Comcid, o plano deve ser priorizado por se caracterizar como de alta necessidade para a saúde pública do município, além de representar maior economia e melhor qualidade de vida.

“O plano chega na hora certa. Desde setembro que isso vem sendo trabalhado pela prefeita Teresa Surita e por sua equipe, que vem justamente para regularizar esta demanda da sociedade, que é o lixão. Nosso entendimento é que isso deve ser discutido não apenas com o poder público, mas também com a população, pois assim vamos nos adequando às diretrizes de saúde pública e, acima de tudo, trazendo qualidade à nossa população”.

O Plano de Resíduos Sólidos, coordenado pelo vice-prefeito Arthur Henrique, vem sendo discutido com empresas, moradores dos bairros, sindicatos e outras instituições públicas e privadas da capital. Dessa forma, o tema será amplamente difundido entre a sociedade para que haja um maior entendimento e aprovação da proposta.

“Nós apresentamos ao Comcid o diagnóstico e o prognóstico para os próximos vinte anos e o início do planejamento dos resíduos sólidos. Então, o que queremos é a contribuição das entidades públicas e também da população para darmos continuidade ao projeto, concluindo a versão final do plano, que será apresentado em março deste ano, e assim iniciar a sua implementação na capital”, disse o vice-prefeito.

O Conselho Municipal da Cidade de Boa Vista (COMCID-BV) é composto por 54 conselheiros, entre titulares e suplentes, divididos em seis segmentos: Poder Público Executivo (07 representantes) e Legislativo (04); Movimento Popular (07); Trabalhadores (03) e Empresários (03); Entidades Profissionais, Acadêmicas de Pesquisa e Conselhos Profissionais (02) e Ong’s (01).

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas