Cotidiano
 
Alunos do Colégio Militar recebem condecoração por desempenho escolar e encerram o ano letivo
A condecoração é concedida bimestralmente aos alunos que obtiveram média geral igual ou superior a 8,50
 
Por - Redação I 26/01/2017 - 12:17 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Fernando Oliveira
A condecoração dos alunos ocorreu na tarde desta quarta-feira no pátio da escola
O Colégio Militar Estadual Dr. Luiz Rittler Brito de Lucena, localizado no bairro Nova Cidade, realizou na tarde desta quarta-feira (25) a entrega do Alamar de mérito intelectual para 123 alunos-destaques. O número representa um aumentou significativo em relação ao do 2º bimestre do ano letivo, quando 48 alunos alcançaram o mérito.

A condecoração é concedida bimestralmente aos alunos que obtiveram média geral igual ou superior a 8,50, e que não tenha nenhuma média em disciplina isolada inferior a 8, não podendo também ter sido submetido à avaliação de recuperação bimestral em qualquer disciplina, além de estar classificado no mínimo em bom comportamento.

DESTAQUES

Condecorada três vezes consecutivas com o alamar, Thylanne Rocha destacou a importância da introdução do ensino militar nas escolas. “Antes da militarização nosso colégio era bagunçado, havia muitos bandidos, nós tínhamos medo de vir estudar. Hoje é totalmente diferente, essa condecoração mostra que o ensino melhorou e é uma realidade”, explicou a aluna.

Eduardo Souza tem 15 anos entrou na escola após a implantação do ensino militar e foi um dos 123 alunos condecorados. “O ensino é muito bom, não tem mais drogas, confusão, bebidas, hoje minhas notas melhoraram. A condecoração serve como um incentivo para que nós alunos possamos crescer ainda mais”, destacou.

Vivaldo Souza, pai de Eduardo, ficou satisfeito com a melhora no desempenho escolar do filho. “A disciplina do meu filho melhorou. Ano passado recebi várias reclamações sobre o comportamento dele na escola em que estudava, mas hoje ele está mostrando que mudou. É preciso levar essa metodologia de ensino para outras escolas”, finalizou.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas