Cotidiano
 
Hospital Geral de Roraima realizará duas cirurgias de retina por semana
Cirurgias de retina foram implantadas em 2016 após investimento na aquisição de um microscópio de retina e contratação de profissionais
 
Por - Redação I 17/01/2017 - 11:19 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Divulgação
Procedimento será realizado duas vezes por semana a partir deste ano
O HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) vai realizar, a partir deste ano, duas cirurgias de retina por semana, dobrando a oferta do procedimento que em 2016 era feito uma vez por semana. A primeira cirurgia do ano nesta especialidade foi realizada nesta segunda-feira (16).

A cirurgia marcou uma nova fase no atendimento oftalmológico no Estado. Antes, os pacientes precisavam de TFD (Tratamento Fora de Domicílio) para realizar o procedimento. Agora, o Estado foi beneficiado ao economizar com compras de passagens e emissão de ajuda de custo. No total, 13 pacientes foram submetidos à cirurgia em 2016.

“O Estado deixou de enviar estas pessoas para outros estados brasileiros. Era uma demora que prejudicava alguns pacientes. Além de ser um avanço para a saúde, agora o paciente pode se recuperar em casa, perto dos familiares", ressaltou a coordenadora geral de Regulação, Avaliação, Auditoria e Controle, Maria Lúcia de Lucena.

INVESTIMENTO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) iniciou o processo de implantação destas cirurgias, que são procedimentos de alta complexidade, assim que a governadora Suely Campos assumiu o cargo, o que demandou altos investimentos na área.

Para possibilitar estas cirurgias, o Estado comprou um microscópio de retina, com investimento de aproximadamente R$ 400 mil, com recursos do Governo do Estado. Além disso, foram contratados dois retinólogos, uma especialidade que não possuía profissionais no Estado.

Segundo o oftalmologista Marcelo Moreira, o descolamento de retina é uma doença ocular que precisa ser tratada o mais rápido possível. “Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores são as chances de o paciente se recuperar. A implantação deste procedimento no Estado proporcionou uma redução significativa no tempo de espera”, explicou.

Moreira destacou que as pessoas com o problema passam primeiro por uma avaliação na Clínica Especializada Coronel Mota. “Constatamos nos exames se o paciente precisa de intervenção cirúrgica no HGR ou de tratamento clínico”, frisou.

DR - O Descolamento de Retina (DR) é uma séria doença ocular, que afeta mais frequentemente adultos e pessoas idosas. A maioria dos casos de DR é causada pela presença de um ou mais buracos na retina. Uma vez que aparece o buraco retiniano, a parte líquida do vítreo passa através dele separando a retina da parede posterior do olho. Isto causa o descolamento.

A cirurgia é feita com anestesia local e o objetivo é pressionar a parede do olho contra os buracos na retina, fazendo com que todos os tecidos permaneçam juntos, até o desenvolvimento de uma cicatriz sobre o buraco. Uma cinta de silicone é colocada na região externa do olho fazendo uma pequena pressão sobre da parede ocular contra a retina. Em casos mais complexos é necessário usar uma técnica chamada vitrectomia. Esta operação corta o vítreo que está puxando a retina, removendo-o do olho.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas