Cotidiano
 
Centro atende 133 imigrantes no primeiro dia de funcionamento
O atendimento humanitário na sede do SINTRACOMO iniciou na manhã desta terça-feira
 
Por - Redação I 01/12/2016 - 10:26 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Divulgação
Ao todo, 36 pessoas receberam atendimento médico e 50 atendimento odontológico
O CRI (Centro de Referência ao Imigrante) instalado provisoriamente na sede do SINTRACOMO (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil e do Mobiliário), na Avenida Surumu, 1976, bairro São Vicente, iniciou as atividades na terça-feira (29) e atendeu 133 imigrantes somente no primeiro dia.

Agentes do GIGM (Gabinete Integrado de Gestão Migratória) iniciaram o trabalho de recolhimento das famílias que se encontravam alojadas em praças, na Rodoviária Internacional de Boa vista e andarilhos das ruas da capital. Ao todo, 36 pessoas receberam atendimento médico e 50 atendimento odontológico. Elas receberam refeições no local e as crianças ganharam brinquedos.

A ação humanitária está sendo desenvolvida pelos órgãos integrantes do GIGM, além de outros órgãos parceiros, instituições e organizações não governamentais. A implantação do CRI surgiu de uma parceria do GIGM juntamente com o SESC (Serviço Social do Comércio), Fraternidade Internacional Humanitária e sociedade civil organizada.

Conforme dados da Defesa Civil Estadual, os CAM’s (Centros de Atendimento ao Migrante) instalados em Pacaraima e Boa Vista no dia 22 de outubro contabilizaram até o momento, 2.656 pessoas que ingressaram no estado com destino à Boa Vista. Interessados em colaborar com prestação de serviços ou doações podem se dirigir ao CRI para mais informações das necessidades dos venezuelanos.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas