Cotidiano
 
Biometria na 7ª Zona Eleitoral inicia dia 10 de novembro
Mais de 15 mil eleitores das três cidades devem passar pelo procedimento durante 29 dias corridos
 
Por - Redação I 05/11/2016 - 13:45 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Orib Ziedson
Um dos objetivos da biometria é atualizar o cadastro eleitoral, por meio da coleta de impressões digitais
O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) inicia no próximo dia 10 de novembro o alistamento biométrico na 7ª Zona Eleitoral, que abrange os municípios de Pacaraima, Amajari e Uiramutã. Mais de 15 mil eleitores das três cidades devem passar pelo procedimento durante 29 dias corridos. Um dos objetivos da biometria é atualizar o cadastro eleitoral, por meio da coleta de impressões digitais, registro fotográfico dos eleitores e revisão dos dados cadastrais.

De acordo com o calendário, o atendimento na sede do município do Uiramutã ocorrerá no período de 10 a 20 de novembro, na escola Joaquim Nabuco. Na sede de Pacaraima, os serviços serão oferecidos de 10 de novembro a 8 de dezembro, no Cartório Eleitoral. Na sede do Amajari, os moradores receberão as equipes da biometria de 10 a 20 de novembro. O horário de atendimento é o mesmo em todas as localidades, sempre das 8h às 15h.

Além das sedes dos três municípios, a Justiça Eleitoral irá instalar postos de atendimento em 30 comunidades. Essa será a quarta etapa da biometria em Roraima, dando continuidade ao projeto de cadastramento biométrico em nível nacional, conforme determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Conforme explicou o presidente do TRE-RR, desembargador Mauro Campello, atualmente existem 237.293 eleitores registrados biometricamente no Estado, o que representa 73,05%, incluindo os municípios de Boa Vista (1ª e 5ª ZEs); Mucajaí e Iracema (6ª ZE); Caroebe, São João da Baliza e São Luiz do Anauá (4ª ZE).

“O TSE atendeu à solicitação e disponibilizou uma verba adicional no valor de R$ 91.559,00, possibilitando mais uma grande conquista em nossa gestão. Considerando que temos disponibilidade de pessoal e equipamentos, cumpriremos o planejamento nacional de expansão do projeto de identificação biométrica do eleitorado”, ressaltou Campello, ao lembrar que o orçamento total previsto para a realização da biometria na 7ª ZE é de R$ 164.679,30.

Os municípios de Amajarí, Pacaraima e Uiramutã estão situados a 185, 214 e 331 quilômetros, respectivamente, de distância da capital Boa Vista. O eleitorado dos três municípios são, respectivamente, 4.948, 6.900 e 3.888, totalizando 15.736 eleitores.

DOCUMENTAÇÃO

Para realizar o alistamento biométrico, o cidadão deve apresentar um documento de identificação oficial com foto (identidade, carteira profissional, carteira de trabalho ou passaporte) e um comprovante de residência atualizado. O comprovante de residência deve estar no nome do eleitor ou de seus pais. Nas comunidades indígenas, basta apresentar uma declaração do tuxaua, assinada e carimbada, comprovando o domicílio.

Caso o cidadão more de aluguel, poderá apresentar uma declaração de residência assinada pelo eleitor, pelo proprietário e por duas testemunhas, acompanhada de cópia do documento e comprovante de residência do proprietário do imóvel e das testemunhas.

SEGURANÇA

A biometria é uma tecnologia que confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, pois o leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. Com isso, fica praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

Confira, em anexo, o calendário de atendimento detalhado em cada município.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas