Esportes
 
II Copa Internacional de Vôlei movimentou a Vila Olímpica no fim de semana
No total, nove equipes participaram do evento, que reuniu atletas de Roraima e da República Cooperativa da Guiana
 
Por - Redação I 08/08/2016 - 10:26 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Igorh Martins
As competições tiveram início na sexta-feira, 5, no ginásio Alamir Casarin e seguiram até esse domingo, 7,
A Vila Olímpica Roberto Marinho sediou a II Copa Internacional de Vôlei Masculino e Feminino. As competições tiveram início na sexta-feira, 5, no ginásio Alamir Casarin e seguiram até esse domingo, 7, quando ocorreu as finais. No total, nove equipes participaram do evento, que reuniu atletas de Roraima e da República Cooperativa da Guiana, pelas categorias sub 23 e adulto.

A Prefeitura de Boa Vista é parceira do evento e incentivadora da prática de esporte, por isso, durante as competições, possibilitou que 52 atletas da Guiana e do interior do Estado ficassem alojados na própria Vila Olímpica Roberto Marinho. Por se tratar de complexo poliesportivo, o local dispõe de uma estrutura que oferece aos competidores o apoio necessário durante as competições.

De acordo com o presidente da Federação Roraimense de Voleibol, Azuilo Brito, o intercambio ocorre desde 2012. No primeiro ano, a competição foi na Guiana, onde reuniu sete países. Ele ressalta que o intercambio é também uma preparação para as equipes que vão competir fora, nos campeonatos nacionais, além de proporcionar aos atletas de Roraima um treinamento diversificado e destaco o apoio da Prefeitura de Boa Vista para a realização do evento.

“A Vila é um palco que proporciona a todos os desportistas do estado uma boa estrutura para realização de qualquer evento esportivo. Aqui temos boas quadras, um bom espaço de alojamento, espaço para a preparação das equipes que vem participar de competições, é o local ideal. Essa parceria com a prefeitura foi fundamental para o sucesso do evento”, disse o presidente.

Para o presidente da Associação de Vôlei de Demerara, da Guiana, Trevor Williams, essa é uma experiência única para os atletas. “É a primeira vez que saí do país para uma disputa, assumi a presidência em janeiro e vejo essa competição como uma oportunidade para nossos atletas. Fizemos um esforço para estar aqui, mas valeu a pena. Estamos muito agradecidos por tudo, desde a recepção e o alojamento”, destacou Trevor.

A atleta guianense Krysta Yan, de 22 anos, disse que a interação entre os dois países foi muito positiva. “Valeu a pena competir, as pessoas nos receberam muito bem aqui. A viagem é um pouco cansativa, mas a competição nos motiva e é muito gratificante”, contou. A atleta da seleção roraimense, Thalissa Moura, de 18 anos, o fato dos atletas da Guiana terem ficado alojados no próprio local das competições foi super vantajoso. “Os jogos se iniciaram no horário, sem atraso, porque os atletas já estavam todos aqui”, disse.

Resultado – Na categoria Sub 23 masculino quem levou a melhor foi a Seleção Juvenil. Na categoria adulto feminino, quem venceu a disputa foi São Raimundo e, no adulto masculino, a Seleção de Roraima levou o título. Os campões de cada categoria receberam troféus e medalhas.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas