Cotidiano
 
Justiça do Trabalho suspende interdição do Mafir
O magistrado tomou a decisão após receber um relatório apontando o cumprimento da maioria das exigências que o MPT e o MTE impuseram à empresa
 
Por - Redação I 05/08/2016 - 18:17 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Fernando Oliveira
Falta de estrutura e péssimas condições de trabalho haviam motivado a interdição
A Justiça do Trabalho autorizou nesta sexta-feira (5), o reinício das atividades no Mafir (Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima). A decisão foi proferida pelo juiz da 3ª Vara da Justiça do Trabalho em Boa Vista, Raimundo Paulino Cavalcante.

Pela Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), estavam presentes na audiência a diretora-presidente interina, Neli Araújo, diretores e membros da assessoria jurídica, além de representantes do Ministério Público do Trabalho e Ministério do Trabalho e Emprego.

O magistrado tomou a decisão após receber um relatório apontando o cumprimento da maioria das exigências que o MPT e o MTE impuseram à empresa. A Companhia se comprometeu ainda a cumprir uma série de condicionantes relacionadas às condições de trabalho dos servidores e a continuidade do serviço de recuperação da estrutura de maquinários do Mafir.

O Mafir, principal matadouro do Estado, estava interditado deste o dia 25 de julho, por determinação do Ministério do Trabalho e Emprego em Roraima. O reinício das atividades ocorre a partir de segunda-feira, 8, às 7 horas da manhã.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas