Cotidiano
 
Policiais apreendem R$ 1,5 milhão em mercadoria e rejeitam R$ 100 mil em propina
Durante a ocorrência, um empresário foi preso ao tentar subornar o tenente da Polícia Militar que estava à frente da ocorrência
 
Por - Redação I 24/06/2016 - 18:55 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Divulgação
Material foi apreendido na fronteira com a ajuda do videomonitoramento
Na madrugada desta sexta-feira (24), policiais militares do 4º pelotão do CPI (Comando de Policiamento do Interior), do município de Bonfim, apreenderam 35 caixas de relógios e nove caixas contendo óculos de diversas marcas, de procedência guianense. Durante a ocorrência, um empresário foi preso ao tentar subornar o tenente da Polícia Militar que estava à frente da ocorrência.

A ação foi percebida pelos policias que realizavam a supervisão da área por meio do sistema de vídeomonitoramento instalado no município e desconfiaram de dois veículos de modelo doblô, que saíam da cidade em direção a Boa Vista.

Segundo o comandante do 4° pelotão do CPI/PMRR, tenente Jackson Fabiano, ao perceberem que seriam alcançados, os condutores abandonaram os veículos na altura do km 90 da BR-401. Os veículos foram recolhidos e levados para o pelotão da PMRR em Bonfim para as devidas providências.

Por volta das 7h, antes que os policias terminassem os procedimentos administrativos e encaminhassem a mercadoria para Receita Federal, compareceu na unidade o senhor Jianqui Lu, 36 anos, de naturalidade chinesa, alegando ser comerciante no país vizinho e procurava notícias sobre a apreensão realizada na madrugada.

O suposto comerciante ofereceu R$ 100 mil reais aos policiais militares para que não fosse tomada nenhuma providência e recebeu voz de prisão por corrupção ativa. Após a prisão, o chinês revelou que os produtos seriam entregues em Boa Vista a uma pessoa não identificada, a qual encaminharia para o Estado de São Paulo.

O tenente PM, Jackson Fabiano, comandante do Pelotão, afirmou que as apreensões e recuperação de veículos com restrição foram intensificadas. “Este ano já apreendemos 25 quilos de entorpecente e recuperamos 16 motocicletas. Além das apreensões de alho e mercadorias diversas. Somente no início do mês de junho, duas toneladas de alho foram apreendidas na RR 401”, afirmou.

O comandante Geral da PMRR, coronel Dagoberto Gonçalves, ressaltou que o trabalho de prevenção e repressão foi reforçado com a instalação do sistema de vídeo monitoramento no pelotão, colaborando com monitoramento na fronteira. “É mais um recurso para que o trabalho seja otimizado com agilidade e maior operacionalidade no policiamento de fronteira. Os policiais conseguiram evitar muitos ilícitos naquela região, além da recuperação de bens furtados ou roubados.”

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas