Esportes
 
Tocha Olímpica passa por Boa Vista
Do centro aos bairros mais afastados, os moradores de toda a cidade poderão ver de perto a Tocha Olímpica
 
Por - Redação I 17/06/2016 - 12:53 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Eduardo Andrade
No extremo norte do país, a tocha vai fazer um roteiro tipicamente amazônico, com passagens pelo ar, terra e água
Depois de passar por 46 cidades pelo Brasil, a Tocha Olímpica volta para o Hemisfério Norte, mas sem sair de solo brasileiro. No dia 18 de junho chega a terra do misterioso Monte Roraima, aterrissando em Boa Vista, a única capital acima da Linha do Equador a receber o maior símbolo dos jogos olímpicos. No extremo norte do país, a tocha vai fazer um roteiro tipicamente amazônico, com passagens pelo ar, terra e água.

Pelas mãos do homem pássaro, Luigi Cani, ela chega de paraquedas na Comunidade Indígena de Campo Alegre, zona rural de Boa Vista, onde será recepcionada por 100 arqueiros indígenas e um ritual da dança parixara. Uma índia macuxi vai conduzir a tocha, representando as oito etnias presentes no estado.

De volta à cidade, a largada para o revezamento será da Praça das Águas, com suas fontes dançantes, um dos cartões-postais da área central de Boa Vista. Daí em diante serão percorridos 32 quilômetros, com uma passagem de barco pelo Branco, rio que banha a parte urbana da capital. O passeio pelas águas termina na Orla Taumanan, local que proporciona ao visitante uma das mais belas paisagens da cidade. O desembarque será com festa ao som de vários estilos musicais.

Por terra, a chama olímpica vai percorrer as ruas e avenidas largas e arborizadas, características de Boa Vista. Os 155 carregadores passarão por vários pontos turísticos, de monumentos a praças que mostram a vocação verde e esportiva da cidade. Aliás, o esporte será o ponto alto da chegada da tocha à Vila Olímpica Roberto Marinho, com a disputa das miniolimpíadas.

Do centro aos bairros mais afastados, os moradores de toda a cidade poderão ver de perto a Tocha Olímpica, que encerra sua passagem por Boa Vista em grande estilo na Praça Fábio Marques Paracat, onde encontrará a fogueira junina do maior arraial da Amazônia.

Boa Vista preparou uma festa linda para receber o maior símbolo das Olimpíadas. Uma celebração que vai unir esporte, diversidade cultural, miscigenação, sabores e o calor humano. A mistura que é a cara da capital, um retrato da Amazônia para o mundo.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas