Política
 
Romero Jucá está fora do Ministério do Planejamento
Romero Jucá não suportou a pressão provocada pelas revelações do Jornal Folha de São Paulo e acabou pedindo licença do Ministério do Planejamento
 
Por - Redação I 23/05/2016 - 19:14 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Divulgação
Romero Jucá anunciou no início da tarde que se afasta do Ministério do Planejamento a partir desta terça-feira
O governo do presidente interino Michel Temer teve o primeiro revés no início da tarde desta segunda-feira (23). O ministro Romero Jucá (PMDB-RR) anunciou que pedirá licença do cargo. Sua saída ocorre horas depois do jornal Folha de São Paulo divulgar com exclusividade, trechos da conversa que o agora ex-ministro, teve com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Os dois são investigados na Operação Lava Jato.

Entre os vários trechos da conversa entre os dois, o que caiu realmente como uma bomba no mundo político brasileiro, nesta manhã, foi o termo usado por Jucá sobre a Operação Lava Jato. Jucá sugeriu que a mudança no governo federal poderia levar a um movimento que poderia “estancar a sangria” desencadeada pela Operação Lava Jato.

Durante coletiva de imprensa pela manhã, Romero Jucá, ainda tentou desqualificar o teor da conversa afirmando que sempre apoiou a operação Lava Jato, mas de nada adiantou e a pressão política para sua saída acabou sendo ainda maior.

Jucá disse que retornará ao Senado Federal até que o Ministério Público Federal (MPF) se manifeste sobre o conteúdo da conversa.

Romero Jucá foi um dos principais articuladores do impeachment de Dilma Rouseff e se tornou um dos homens fortes do novo governo.
 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas