Política
 
Boa Vista ultrapassa 200 mil eleitores e abre possibilidade para 2º turno
O número atual ultrapassa a meta da Campanha ”Boa Vista 200mil+1”, lançada pela Justiça Eleitoral em 4 de março
 
Por - Redação I 08/04/2016 - 08:57 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Orib Ziedson
O cadastro já registra 200.234 eleitores até esta quinta-feira
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RR) divulgou nesta quinta-feira que Boa Vista alcançou o quantitativo de 200 mil eleitores. No total, o cadastro já registra 200.234 eleitores. Sendo 58.229 na 1ª Zona Eleitoral e 142.005 na 5ª Zona Eleitoral.

O secretário de Tecnologia da Informação do TRE-RR, Wanderlan Fonseca, explicou que esses números não são definitivos, podendo variar para mais ou para menos. “Considerando que ainda estamos em processo de fechamento de cadastro, onde há transferências de eleitores da capital para o interior, novas inscrições aqui na capital, bem como a transferências de outras localidades da federação para a capital, o número final só poderá ser computado no dia 5 de maio, pós fechamento de cadastro. Porém, os registros nos mostram que, somente nos dois últimos dias de fechamento de cadastro, ocorrem uma média de 1800 a 2500 novos alistamentos”, salientou.

O número atual ultrapassa a meta da Campanha ”Boa Vista 200mil+1”, lançada pela Justiça Eleitoral em 4 de março. Na época, faltavam 1.019 eleitores para alcançar o objetivo de oferecer condições necessárias para que, caso um candidato não obtenha 50% dos votos válidos mais 1 no primeiro turno, o município possa realizar uma nova eleição, proporcionando assim uma maior legitimidade ao pleito.

Para o presidente do TRE-RR, desembargador Mauro Campello, a participação da população foi imprescindível para chegar a esse resultado. “Faltando ainda quase um mês para o fechamento do cadastro eleitoral, já ultrapassamos a meta da campanha Boa Vista 200mil+1. Isso demonstra que a população vestiu realmente a camisa e aderiu a essa ação que visa, nada mais, do que uma maior representatividade nas eleições de 2016. Agora, para ser eleito (a) prefeito (a), o vencedor terá que obter 50%+1 dos votos válidos no primeiro ou no segundo turno. E é muito mais econômico um investimento na realização das eleições do que em ações de marketing que um candidato eleito com baixa representatividade gastaria para manter a governabilidade. Então, só temos realmente que agradecer à população, a mídia, aos partidos políticos, juízes e os servidores do TRE-RR. Foi uma grande mobilização da sociedade que compreendeu a importância da representatividade para a democracia e cidadania. Essa tarde entrou para a história política das eleições de Boa Vista”, finalizou.

Como funciona o sistema majoritário

Nas eleições para os cargos de presidente da República, governador de estado e do Distrito Federal e prefeito de município com mais de 200 mil eleitores, será eleito o candidato que obtiver a maioria absoluta, ou seja, aquele que obtiver mais da metade dos votos apurados (50% + 1), excluídos os votos em branco e nulos. Nessas hipóteses, caso o candidato com maior número de votos não obtenha a maioria absoluta, deverá ser realizado segundo turno entre os dois candidatos mais votados, em razão do disposto nos arts. 29, inciso II, e 77 da Constituição Federal.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas