Política
 
Faltam 399 eleitores para Boa Vista ter número mínimo para o segundo turno
Tendo como público alvo os adolescentes de 16 a 17 anos, cujo voto é facultativo, a campanha continuará até 4 de maio, data do fechamento do cadastro eleitoral
 
Por - Redação I 02/04/2016 - 11:41 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Orib Ziedson
Na época em que foi lançada, em 4 de março, faltavam 1.279 eleitores para alcançar a meta
De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR), Boa Vista possui hoje 199.602 eleitores, ou seja, restam 399 alistamentos para que a Justiça Eleitoral alcance a meta da campanha “Boa Vista 200 mil + 1”. Na época em que foi lançada, em 4 de março, faltavam 1.279 eleitores para alcançar a meta.

O coordenador da campanha e juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aluizio Vieira, explicou que o principal objetivo é garantir maior representatividade nas eleições municipais de 2016. Ele destacou que alcançar a meta não significa dizer que haverá segundo turno na capital. “Caso Boa Vista atinja o quantitativo de 200.001 eleitores, o que nós teremos são as condições necessárias para que, caso um candidato não obtenha 50% dos votos válidos mais 1 no primeiro turno, o município esteja apto a realizar uma nova eleição”, ressaltou.

Tendo como público alvo os adolescentes de 16 a 17 anos, cujo voto é facultativo, a campanha continuará até 4 de maio, data do fechamento do cadastro eleitoral. “A Segunda Semana de Alistamento do Jovem Eleitor, realizada entre os dias 28 de março e 1º de abril, levou muitos jovens aos cartórios, mas é preciso lembrar que os adolescentes têm até o dia 4 de maio para tirar o seu título e poder participar das eleições municipais de 2016, exercendo assim a sua cidadania”, disse o coordenador.

ADESÃO

Desde o lançamento, a campanha “Boa Vista 200mil+1 ganhou a adesão de estudantes, movimentos de grupo de jovens, partidos políticos, Assembleia Legislativa, Câmara Municipal de Boa Vista, Governo do Estado, Ordem dos Advogados do Brasil, empresários e da sociedade em geral. Um movimento nas redes sociais se formou em prol da campanha e por um maior exercício da cidadania.

COMO FUNCIONA

Nas eleições para os cargos de presidente da República, governador de estado e do Distrito Federal e prefeito de município com mais de 200 mil eleitores, será eleito o candidato que obtiver a maioria absoluta, ou seja, aquele que obtiver mais da metade dos votos apurados (50% + 1), excluídos os votos em branco e nulos. Nessas hipóteses, caso o candidato com maior número de votos não obtenha a maioria absoluta, deverá ser realizado segundo turno entre os dois candidatos mais votados, em razão do disposto nos arts. 29, inciso II, e 77 da Constituição Federal.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas