Política
 
Justiça Eleitoral obtém recursos para realizar biometria na 4ª ZE
Mais de 15 mil eleitores de São João, São Luiz e Caroebe deverão passar pelo procedimento de identificação biométrica
 
Por - Redação I 16/02/2016 - 10:53 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Orib Ziedson
Roraima é um dos estados com a maior porcentagem de eleitores cadastrados biometricamente
A terceira etapa da biometria em Roraima será realizada na 4ª Zona Eleitoral (ZE), que abrange os municípios de São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Caroebe, a partir do início do mês de abril. O processo com o calendário oficial de atendimento ainda será submetido à apreciação do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR). Mais de 15 mil eleitores das três cidades deverão passar pelo procedimento de identificação biométrica.

Conforme explicou o diretor geral do TRE-RR, Vick Mature, no final de janeiro, ocorreu uma reunião em Brasília, na sede do Tribunal Superior Eleitoral, para tratar sobre assuntos relacionados ao orçamento. “Foi difícil conseguir esses recursos, tendo em vista o período de crise pelo qual o país está passando e, ainda, os cortes orçamentários efetuados em razão da insuficiência de receitas. Apesar de todo esse contingenciamento, obtivemos êxito e garantimos a liberação de R$ 264.479,00 para implementar a biometria na 4ª ZE, visando dar mais segurança às eleições”, ressaltou.

Na análise do presidente do TRE-RR, desembargador Mauro Campello, o repasse da verba só foi possível devido ao empenho do diretor geral e do secretário de administração da Justiça Eleitoral roraimense, que foram pessoalmente à Brasília participar das discussões do orçamento. “Uma das preocupações da nossa gestão é com o acesso ao cadastro eleitoral e com a legitimidade do resultado das urnas. A efetivação da biometria na 4ª ZE é mais uma ação que visa o fortalecimento de nossa democracia”, destacou.

ESTATÍSTICA

Roraima é um dos estados com a maior porcentagem de eleitores cadastrados biometricamente. Na primeira etapa, que abrangeu o município de Boa Vista, 197.040 eleitores passaram a utilizar o sistema, o que representa 63,83% dos 308.695 eleitores que existem no Estado. Em 2015, foi executada a segunda fase em Mucajaí e Iracema, onde foram cadastrados mais 12.629 cidadãos nos dois municípios. Atualmente, 209.669 eleitores fizeram a biometria, cuja tecnologia confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação

SEGURANÇA

A biometria é uma tecnologia que confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, pois o leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. Com isso, fica praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

ETAPAS

O procedimento de revisão eleitoral compreende quatro etapas: atualização dos dados biográficos, digitalização da assinatura, fotografia e coleta das digitais de todos os dedos das mãos. “Esse tripé, transparência, segurança e democracia é o que a nossa Justiça Eleitoral quer demonstrar, porque a rapidez e eficiência já demostramos com nossa urna eletrônica. Agora, com a biometria, nós acreditamos de forma efetiva, que o Brasil vai dar mais um exemplo para o mundo”, ressaltou o presidente do TRE-RR, desembargador Mauro Campello, pedindo o envolvimento da sociedade no processo de recadastramento.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas