Cotidiano
 
Novos conselheiros tutelares de Boa Vista são empossados
Os novos conselheiros passaram por capacitações sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e outras legislações
 
Por - Redação I 09/01/2016 - 14:23 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Vitória Barreto
Os conselheiros vão atuar nos três Conselhos Tutelares da capital, um total de cinco profissionais em cada unidade
Os 15 conselheiros tutelares eleitos pelo voto popular em Boa Vista, em outubro do ano passado, tomaram posse na tarde desta sexta-feira (8), no auditório do Palácio 9 de Julho. Eles foram empossados pela prefeita Teresa Surita para um mandato de quatro anos. A cerimônia contou com a presença dos suplentes, de representantes do Ministério Público Estadual e entidades ligadas aos direitos da criança e do adolescente.

Os conselheiros vão atuar nos três Conselhos Tutelares da capital, um total de cinco profissionais em cada unidade, que terão o papel de zelar por crianças e adolescentes que foram ameaçados ou que tiveram seus direitos violados. Para a conselheira Andreza Ferreira, que assume o primeiro mandato, o cargo é um desafio.

“É uma missão que só não é impossível porque a gente tem vontade de fazer. É uma responsabilidade muito grande. O Conselho Tutelar é a primeira porta onde as pessoas batem quando precisam de ajuda em situações envolvendo crianças e adolescentes. A sociedade conta muito com o nosso serviço”, disse.

Os novos conselheiros vão contar com a experiência dos reeleitos. Dos 15, cinco foram empossados para o segundo mandato, é o caso do conselheiro Franco Rocha que acompanhou a implantação dos dois Conselhos Tutelares criados na atual gestão municipal. Ele destacou o empenho da prefeitura na reestruturação do órgão.

“Antes nós éramos só cinco conselheiros para atender toda a cidade, as áreas rurais e indígenas. Era um número insuficiente que tornava a situação muito complicada. A criação de mais dois conselhos trouxe para a comunidade e para os conselheiros uma expectativa melhor para atender de forma mais eficiente as famílias”, destacou.

Os novos conselheiros passaram por capacitações sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e outras legislações. Eles também conheceram o trabalho de rede desenvolvido pela Prefeitura de Boa Vista por meio dos projetos sociais, que atendem crianças e adolescentes em situação de risco.

A vice-presidente do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, Ivone Salucci, destacou a importância do Conselho Tutelar na rede integrada de proteção aos direitos da criança e do adolescente. “É o Conselho Tutelar que toda criança ou adolescente vítima de algum tipo de violência deve procurar para que seus direitos sejam resgatados. Nós vivemos num estado onde o índice de violência sexual é muito alto, então, é importante que toda a rede funcione bem”, comentou.

A rede de proteção conta com a participação da Prefeitura de Boa Vista por meio dos projetos sociais direcionados ao público menor de 18 anos. A gestão municipal também atua no fortalecimento das políticas públicas e em parceria com os órgãos de proteção aos direitos das crianças e adolescentes.

Prefeitura fortalece o trabalho de proteção à criança e ao adolescente

Em 2013, a prefeitura criou mais dois Conselhos Tutelares. A medida atendeu à resolução do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, que determina a existência de um Conselho Tutelar para cada 100 mil habitantes. Desta forma, a capital foi dividida em três regiões estratégicas (Territórios 1, 2 e 3), cada uma conta com uma unidade que atende em média 20 bairros e mais as áreas rurais e indígenas de Boa Vista. Os conselhos também foram equipados com computadores, impressoras e materiais de trabalho, cada unidade recebeu um veículo.

A prefeita Teresa Surita parabenizou os conselheiros e destacou as conquistas na área e a importância das parcerias no atendimento às crianças e adolescentes de Boa Vista. “Hoje nós estamos dando posse a 15 conselheiros tutelares, eu acredito que isso é um avanço enorme para os direitos de nossas crianças e adolescentes. Agora é trabalhar em parceria. Eu tenho certeza que esses conselheiros, a Prefeitura de Boa Vista, todos os outros órgãos e a sociedade estarão atentos para que as crianças e adolescentes sejam preservados, principalmente nesse mundo de hoje, onde não é tão simples educar”, enfatizou.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas