Cotidiano
 
Última edição do ano do projeto Caer nos Rios retira uma tonelada de lixo do meio ambiente
As atividades foram desenvolvidas, das 8h às 12 horas, nas praias Cauamé, Polar, Caranã e também em pontos estratégicos às margens do rio Branco
 
Por - Redação I 14/12/2015 - 11:44 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Divulgação
Esta 5ª edição do Caer nos Rios encerra a programação desse ano, mas o projeto será desenvolvido também em 2016
A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) alcançou mais uma etapa prevista no Plano de Ações de 2015, durante a 5ª edição do projeto Caer nos Rios, realizada neste domingo, dia 13, em Boa Vista. As atividades foram desenvolvidas, das 8h às 12 horas, nas praias Cauamé, Polar, Caranã e também em pontos estratégicos às margens do rio Branco, entre eles, áreas localizadas nos bairros Jardim das Copaíbas e Caetano Filho.

Durante o último evento do ano foram recolhidos em média 1.000 quilos de lixo. Ao longo dos meses, durante as atividades, já foram coletados plástico, latas, garrafas pet, restos de material de construção e até eletrodomésticos que não funcionam mais.

Participaram colaboradores e parceiros, entre eles: equipes da Eletrobrás/Eletronorte, Corpo de Bombeiros, estudantes do Colégio Militar, Farmácias Pague Menos e Associação dos Barqueiros.
O Caer nos Rios foi criado em agosto deste ano e trata-se de um projeto desenvolvido uma vez por mês, fazendo a coleta de lixo nas principais praias da cidade e desempenhando também ações de educação ambiental para os banhistas.

Estão envolvidas as coordenações do NMA (Núcleo de Meio Ambiente, Atema (Assessoria Técnica de Meio Ambiente), e várias outros setores da companhia. O presidente da Caer, Danque Esbell, destaca que o projeto é resultado de uma ação permanente de cuidado com o meio ambiente, especialmente o rio Branco.

“Essa iniciativa surgiu da necessidade de manter de forma permanente a preservação do rio Branco e dos igarapés da cidade. Esse é um trabalho que não pode parar, pois infelizmente ainda registramos exemplos de poluição ambiental, praticados por pessoas que não têm responsabilidade com o meio ambiente e não que preservam os rios”, esclareceu.

Para a chefe do Núcleo de Meio Ambiente da Caer, Airlene Carvalho, o projeto efetiva o compromisso da Cia com a garantia da qualidade de vida da população. “Esse é um trabalho importante de preservação socioambiental e a cada edição fica claro o interesse e o comprometimento da empresa em desenvolver um trabalho que garanta a qualidade de vida da população”, comentou.

Esta 5ª edição do Caer nos Rios encerra a programação desse ano, mas o projeto será desenvolvido também em 2016. A expectativa é que a programação inicie no mês de fevereiro. Outro desafio será levar o projeto para o Interior do estado. “Sabemos que os desafios são muitos, mas não vamos desistir. É preciso acreditar na mudança de hábitos e comportamentos, mas para isso é preciso persistir”, destacou Esbell.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas