Cotidiano
 
Lançamento do projeto Nova Cartografia Social da Amazônia será nesta sexta
O evento ocorre no Espaço de Cultura e Arte União Operária, às 19h
 
Por - Redação I 03/12/2015 - 12:21 -
———————————————————————————————————————————
Nesta sexta-feira (4) será realizado o lançamento do projeto de extensão Nova Cartografia Social da Amazônia. O evento ocorre no Espaço de Cultura e Arte União Operária, às 19h. A cartografia das mulheres indígenas é uma realização do Núcleo de Mulheres de Roraima (Numur) em parceria com a Associação Cultural Indígena do Estado de Roraima (Kapoi).

A ação contemplada no programa "Cartografia da Diversidade e Promoção dos Direitos das Populações Vulneráveis (Coordenado pela então professora da UFRR, Carmen Lima), desenvolveu quatro mapeamentos sociais, com o apoio do Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia, da Universidade Federal de Roraima e a Pro-reitoria de Extensão. O projeto foi financiado com recursos públicos do Ministério da Educação, e está publicada com o número quatro da Série: Identidades Coletivas, Movimentos Sociais e Direitos Diferenciados em Roraima.

EQUIPE DE TRABALHO

O trabalho de cartografia foi coordenado por Nelita Frank, mestre em Sociedade e Fronteiras, pesquisadora do Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia e membro do grupo social que demandou essa iniciativa, o Núcleo de Mulheres de Roraima (NUMUR), e a equipe de pesquisa foi composta por Arlene Oliveira, bióloga e doutoranda, doutora Elaine Moreira, antropóloga, ambas pesquisadoras do projeto Nova Cartografia da Amazônia, a jornalista Evilene Paixão e a historiadora Raimunda Gomes da Universidade Estadual de Roraima, ambas membro do Numur; e na edição desse número, além das pesquisadoras mencionadas, a socióloga Andrea Vasconcelos integrou a equipe de edição.

O mapa situacional foi elaborado por Genisvan André Melquior da Silva, indígena Macuxi, técnico em georreferenciamento e estudante do curso de Gestão Territorial do Insikiran, a partir das coordenadas geográficas tomadas por uma equipe de mulheres indígenas Wapichana e Macuxi, que foram treinadas durante as atividades da cartografia em um minicurso sobre técnicas no manuseio e uso do GPS, ministrado pela também indígenas Macuxi, Sonia Ana Bento da Terra Indígena Raposa Serra do Sol. Integrou a equipe da cartografia três estudantes de graduação e bolsistas de iniciação cientifica (Aldemir, Ilce e Melina) e várias colaboradoras (Celina, Mirian, Nathália, Sonia Ana, Marcio Lavor e Chloe)

O trabalho de Tradução, transcrição, fotografias e filmagens foi feito pelas mulheres indígenas. As atividades foram desenvolvidas na sede da Associação Kapoi, que é considerada pelas as mulheres como um espaço de encontro entre parentes, de valorização da cultura e da língua, de compartilhamento dos conhecimentos tradicionais e culturais, um lugar de produção de artesanatos, de dança do parixara e de ensinar as pessoas mais jovens.


 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas