Cotidiano
 
Governo anuncia fim das revistas íntimas nos presídios de Roraima
O Governo do Estado recebeu do Ministério da Justiça equipamentos de inspeção que substituirão a revista considerada constrangedora
 
Por - Redação I 08/10/2015 - 18:08 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Fernando Oliveira
Os equipamentos foram entregues em solenidade na Pamc, na manhã desta quinta-feira
Mulheres e homens de todas as idades que passavam cotidianamente pelas revistas íntimas durante as visitas nos presídios de Roraima não serão mais submetidos a esta prática em Roraima. O Governo do Estado recebeu do Ministério da Justiça equipamentos de inspeção que substituirão a revista considerada constrangedora que até hoje era feita por servidores e funcionários da Sejuc (Secretaria Estadual de Justiça e da Cidadania).

Os equipamentos foram entregues em solenidade na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), na manhã desta quinta-feira (8), com a presença da diretora de Políticas Penitenciárias do Ministério da Justiça, Valdirene Daufemback, o secretário de Justiça e Cidadania, Josué Filho e autoridades estaduais.

Roraima recebeu uma esteira de raios-X, seis detectores de metais pórticos, 22 detectores de metais portáteis e dez detectores de metais para inspeção íntima tipo banqueta, todos doados pelo Ministério da Justiça. Todo o processo foi desencadeado a partir de um acompanhamento realizado nas unidade de Roraima no ano de 2015.

Valdirene Daufemback explicou que, a doação dos equipamentos de inspeção viabilizará uma revista eficiente, menos invasiva e sem constrangimentos, tanto para visitantes quanto para servidores. A ação visa um sistema prisional brasileiro livre de celulares, de arma branca e outros materiais ilícitos.

“Estamos fazendo estas aquisições para o Brasil inteiro. E especialmente para Roraima por termos uma parceria muito forte, entregamos o mais rápido possível esses equipamentos e estamos ministrando curso para os servidores para que possam operacionalizá-los com destreza. A realidade do sistema prisional é histórica, não muda de um dia para o outro, mas estamos trabalhando na busca dessa qualidade com todos”, afirmou Valdirene.

A governadora Suely Campos destacou que as mais prejudicadas com o atual modelo de revista são as mulheres que, durante as visitas aos presídios, passam por um ritual constrangedor antes de adentrar nas unidades. E a forma de abolir esse constrangimento, com segurança, será com o uso dos equipamentos de inspeção.

“A partir de agora não haverá mais a revista constrangedora, e isso é um avanço do Governo para as esposas, mães e filhas que serão submetidas a revista eletrônica, que deve ser o procedimento correto. Tanto para os visitantes quanto para os servidores, que a partir de agora desempenharão as funções com mais segurança e tranquilidade”, disse.

O secretário estadual de Justiça e Cidadania, Josué Filho ressaltou que todas as unidades prisionais de Roraima serão providas com os equipamentos de inspeção. Pelo menos 25 agentes frequentarão o curso de capacitação que durará três dias. “Com isso, vamos acabar definitivamente com a revista constrangedora tanto do homem quanto da mulher que forem as unidades prisionais, eles não mais se sujeitarão aos constrangimentos de uma revista íntima de contato”, afirmou.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas