Diversão e Arte
 
Espetáculo Última Estação na Mostra Aldeia Cruviana
A apresentação fará parte da programação da Mostra Aldeia Cruviana – Cultura de Todos os Povos, realizada pelo SESC/RR
 
Por - Redação I 10/09/2015 - 10:43 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Jéssica Costa
A Cia. Arteatro reapresenta o espetáculo Última Estação na próxima terça-feira (15), às 20h00, no Teatro Jaber Xaud
Após três temporadas de apresentações em 2015, a Cia. Arteatro reapresenta o espetáculo Última Estação na próxima terça-feira (15), às 20h00, no Teatro Jaber Xaud (SESC Mecejana). Desta vez, a apresentação fará parte da programação da Mostra Aldeia Cruviana – Cultura de Todos os Povos, realizada pelo SESC/RR. Os ingressos estarão à venda na bilheteria do Teatro a partir das 19h00, ao preço de R$ 10,00 (intreira) e R$ 5,00 (meia).

A peça, que faz parte do repertório do grupo desde 2002, foi apresentada na Mostra Cariri de Artes, no Ceará, em 2004 e 2005, e também no Festival de Teatro do Amazonas, em 2004, no qual recebeu quatro indicações de prêmios.

O espetáculo faz parte de um projeto que incluiu além de apresentações ao público em geral, a apresentação e realização de oficinas para alunos de dez escolas da rede pública estadual, e atingiu um público estimado de 980 pessoas, entre elas cerca de 520 alunos. A realização contou com o patrocínio da empresa REC SCHIN Distribuidora através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e também com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2011.

Encerrado o projeto, a Cia Arteatro já começa a se preparar para a circulação do espetáculo em Brasília (DF) e Manacapuru (AM), com apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, cuja projeto foi aprovado este ano.

O texto de Álvaro Fernandes, sob a direção de Marcio Sergino, retrata o intrigante encontro de três homens em uma estação ferroviária. Tairon, Renan e Lanif, (interpretados pelas atrizes Camila Bessa, Karen Barroso e Silmara Costa) aguardam o trem que os levará para casa, porém a espera se prolonga e revela a ansiedade dos três personagens na busca por algo que não mais lhes pertence. Enquanto isso, lembranças, sonhos e frustrações são levados à tona, transmitindo à plateia os diversos conflitos e sentimentos carregados por cada personagem. A peça é voltada para o público com idade a partir de 12 anos.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas