Cotidiano
 
Jucerr realiza digitalização de acervo documental
Cerca de seis lotes de documentos são digitalizados por dia, que geram em torno 1.300 imagens para conversão em PDF
 
Por - Redação I 16/04/2015 - 11:15 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Alexandre Galindo
Uma empresa de atuação nacional, com sede em Belo Horizonte (MG), foi selecionada para realizar toda a digitalização
A Jucerr (Junta Comercial de Roraima) iniciou a digitalização dos arquivos, o que vai possibilitar mais rapidez no acesso a informação que trata do funcionamento e constituição societária de empresas estabelecidas no estado. Cerca de seis lotes de documentos são digitalizados por dia, que geram em torno 1.300 imagens para conversão em PDF.

O presidente da Jucerr, João Pereira Barbosa, explicou que a necessidade da medida atende exigências nacionais e, com isso, Roraima poderá vir a se tornar o primeiro estado do Norte a integrar a Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios). “A Lei Completar 147 de inovação ‘Redesim’ facilita o acesso à informação e essa digitalização é crucial para nossa inserção”, esclareceu Barbosa.

A Redesim é o Sistema que integra todas as Juntas do país com órgãos públicos que precisam dessas informações, como Receita Federal, Estadual e Municipal, Polícia Federal, Tribunais Estaduais e Federais, etc. Por meio do convênio com o Sebrae (Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas), foi realizada a licitação para o serviço. Uma empresa de atuação nacional, com sede em Belo Horizonte (MG), foi selecionada para realizar toda a digitalização. Ao final, novos serviços serão oferecidos.

PREPARO DE MATERIAL FÍSICO

Segundo destacou o secretário geral da Jucerr, Ailan Oliveira, na preparação para esta etapa foram feitos investimentos para reforma da área de (TI) Tecnologia da Informática. “A reforma da sala, aquisição de equipamentos e dos servidores para armazenar todo o arquivo digitalizado foi o alicerce para nossa modernização que está em uma segunda etapa”, apontou Oliveira.

A sala de digitalização é formada por seis profissionais, mas até que os documentos cheguem a essa etapa, há outros especialistas. O grande e antigo arquivo da Jucerr, situado no Centro de Boa Vista, está sendo manuseado por uma equipe de “separação”, que os define em “lotes” numerados.

Os arquivos antigos retornam após a digitalização, onde ficam armazenados em “caixas azuis”, separados em padrão de todas as Juntas Comerciais do país. Na TI, a parte operacional do sistema de localização do arquivo digital será acessada por um código de rastreamento.

Para saber mais sobre a “Redesim” acesse: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/sobre-portal/redesim

Receita Federal: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/LegisAssunto/redesim.htm

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas