Cotidiano
 
Bombeiros do Amazonas iniciam combate a incêndios florestais em RR
Os bombeiros do Amazonas vão reforçar o efetivo local no combate aos incêndios florestais
 
Por - Redação I 23/02/2015 - 10:54 -
———————————————————————————————————————————
Fotos: Claudinei Sampaio
O efetivo se deslocou no final de semana para as bases do interior
45 homens do Corpo de Bombeiros do Amazonas vieram colaborar com o efetivo de Roraima no combate ao incêndio florestal. Eles se deslocaram no final de semana para os municípios de Amajarí, Alto Alegre e Caracaraí.

O secretário executivo da Defesa Civil, coronel Cleudiomar Ferreira, ressaltou que o efetivo amazonense que foi para Caracaraí vai se juntar aos bombeiros de Roraima que já estão lá na base. “Temos uma picape e está indo outra do Corpo de Bombeiros do Amazonas para atender a área urbana e rural de Caracaraí e, também, o município de Iracema”.

Segundo ele vai ficar uma viatura aqui em Boa Vista para reforçar o perímetro urbano, por exemplo, as regiões de Truaru, Bom Intento e PA Nova Amazônia, onde já houve problemas com incêndios e que não está descartada a possibilidade de novos incêndios nessas localidades.

Conforme Ferreira, em alguns municípios o calendário de queimadas continua suspenso, provavelmente, será liberado na próxima semana e aí há possibilidade de intensificação de queimadas nos municípios com maiores problemas que são: Amajari, Alto Alegre, Iracema e Mucajaí.

“Esses militares vão reforçar os trabalhos nas bases de combate a incêndio, criadas desde o dia 6 de janeiro, funcionando com as equipes de Roraima e,vamos trabalhar de maneira conjunta com essas duas tropas”, disse.

EQUIPAMENTOS

Do Corpo de Bombeiros do Amazonas vieram, uma viaturas de combate a incêndio (tipo autotanque), com capacidade de 15 mil litros, um caminhão auto bomba tanque com capacidade de 6 mil litros, um ônibus, um micro-ônibus, uma picape para apoio operacional de deslocamento do pessoal e de equipamentos para as bases, duas motos, caso haja necessidade de deslocamento mais rápido numa situação de emergência envolvendo, inclusive, a própria tropa, além de dois técnicos da Defesa Civil que vão apoiar com relação ao envio de documentação relacionada ao reconhecimento de situação de emergência”.

“Recebemos essa missão e nos deslocamos com viaturas operacionais e de transporte de tropa para que pudéssemos trabalhar em conjunto com a equipe de Roraima. Além das viaturas, trouxemos bombas costais, pinga fogo e abafadores. O Amazonas gosta de atender os estados quando precisam, assim como nós já contamos com o apoio da equipe de Roraima”, disse o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas, coronel Fernando Sérgio.

De acordo com ele, não há previsão de retorno da tropa. “A determinação do comando do Amazonas é ficar até estabilizar o quadro de situação de emergência.vamos ficar o tempo que for necessário”, concluiu.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas