Cotidiano
 
Laboratório de análise de solo e CDTs serão construídos
O objetivo é auxiliar produtores com a geração e socialização de tecnologias e extensão rural
 
Por - Redação I 26/01/2015 - 12:24 -
———————————————————————————————————————————
O governo Estadual vai concluir a construção de Centros de Difusão Tecnológica (CDTs) e edificar um Laboratório de Análise de Solo, para auxiliar produtores com a geração e socialização de tecnologias e extensão rural. Segundo o diretor-presidente do Iact (Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação), Lurenes Cruz, o primeiro CDT a iniciar atividades é o da Apicultura, no município do Cantá, onde estrutura passou por reforma e a inauguração está prevista para ocorrer neste primeiro trimestre de 2015.

Com a finalidade de auxiliar pequenos e médios produtores agrícolas, outros três Centros de Difusão Tecnológica devem ser concluídos, alguns estão passando por serviços de reforma para ajustes na estrutura. “Temos hoje quatro CDTs. Nenhum está funcionando. Estamos conhecendo essas estruturas e vamos correr atrás de uma quantidade mínima de recursos para concluir as obras”, disse o diretor-presidente do Iact.

Segundo ele, alguns prédios necessitam apenas de reparos, para corrigir falhas do projeto de construção, é o caso do CDT da Fruticultura, localizado no município de Caracaraí. “Na parte de entrada do CDT, o piso da plataforma de recebimento das frutas foi feito de cimento e não serve. É necessário fazer com placa de concreto. Construíram esse piso e, na primeira levada de equipamentos, estourou tudo. Então, no inverno não há como trabalhar lá. Precisamos realizar um serviço de restauração”, explicou.

Além dos CDTs da Apicultura e da Fruticultura, há também o CDT da Piscicultura, localizado na região do Apiaú, município de Mucajaí, e o CDT do Leite, no município de Alto Alegre, que estão em fase de conclusão. Todos foram construídos com base na produção típica da cada localidade, com o objetivo de auxiliar no beneficiamento da matéria-prima produzida e formar capital humano.

Outro projeto com finalidade de ajudar os agricultores e melhorar a produção rural, especialmente da região Sul do estado, é a construção do Laboratório de Análise de Solo. “A construção desse prédio será uma revolução muito grande. Atualmente, somente a Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] e a UFRR [Universidade Federal de Roraima] têm Laboratório de Análise de Solo. Você imagina um cidadão de Rorainópolis, que precisa vim a Boa Vista para fazer análise de solo, terá um laboratório no Km 500 [município de Caracaraí] para realizar esse serviço”, disse.

Segundo Cruz, a edificação dessa estrutura é estratégica para o desenvolvimento regional, pois atenderá a uma grande massa de produtores da agricultura familiar e empresarial. O prédio será construído próximo ao CDT da Fruticultura, em Caracaraí. O atendimento e parte da gestão serão feitos por técnicos da Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

“Queremos fazer parcerias. Construiremos o prédio e compraremos os equipamentos, enquanto o atendimento deverá ser feito por técnicos da Uerr, que tem mestres e doutores com conhecimentos em análise de solo. A gestão será feita em parceria com o Iact”, afirmou.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas