Cotidiano
 
Roraimense compra peixe mais barato no Caminhão do Peixe
O Caminhão Feira do Peixe está, desde o dia 10 deste mês, percorrendo vários bairros da Capital e já esteve nos municípios de Normandia e Bonfim
 
Por - Redação I 18/04/2014 - 18:35 -
———————————————————————————————————————————
Uma parceria entre o governo do Estado e o governo Federal, por meio da Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura (SFPA) e da Secretaria de Agricultura Pecuária e Abastecimento (Seapa), possibilitou ao roraimense comprar o peixe com preço mais acessível. O Caminhão Feira do Peixe está, desde o dia 10 deste mês, percorrendo vários bairros da Capital e já esteve nos municípios de Normandia e Bonfim.

Para o governador Chico Rodrigues, esse programa implementado pelos governos federal e estadual “é uma espécie de regulador de preço de mercado. Quando não há essa manutenção de um preço mediano, os preços no mercado livre sobem bastante. Queremos dar oportunidade às pessoas que mais precisam poder comprar um pouco mais de peixe ao um preço mais barato”, disse, adiantando que o programa continua não apenas na Semana Santa, mas
permanentemente, “porque é essa a função social do Caminhão do Peixe, e vamos levar para todos os municípios ”.

O superintendente da SFPA em Roraima, Marcos Borges, explicou que o projeto tem objetivo de levar à mesa do roraimense peixe mais barato. “Imaginem que o preço do quilo do tambaqui está saindo por R$ 5, preço de produtor e, vale ressaltar, que o caminhão é reabastecido durante o dia, trazendo o peixe fresco. Estamos ajudando, inclusive, a regular o mercado, fazendo com que nossa população tenha o tradicional peixe da Semana Santa a um custo acessível”.

Borges destacou a importância da parceria com o Governo do Estado desde 2011. “Estaremos sempre apoiando visando ao bem- estar da nossa população”. Ele ressaltou que, “por onde o Caminhão passa, uma multidão se forma para comprar o peixe. Somos o segundo maior produtor de peixe do Brasil. Só este ano, foram liberados mais de R$ 12 milhões para 341 famílias da agricultura familiar, fruto de emenda dos deputados federais Édio Lopes e Jhonatan de Jesus”.

Para o secretário de Agricultura, Álvaro Calegari, o programa tem o propósito de regular o mercado. “É óbvio que o Caminhão não vai vender peixe para a cidade toda. Estamos com um produto de qualidade para atender às pessoas mais carentes. É uma ação contínua que vai chegar a todos os bairros de Boa Vista e ao interior”, disse. Álvaro destacou que o programa favorece o consumidor e também o produtor.

“Aquele pequeno produtor, que tem um tanque ou dois tanques, não precisa cair na mão do atravessador. Tem uma agenda de compra e os pequenos produtores podem se cadastrar na Secretaria de Agricultura. Temos um calendário e o Caminhão vai buscar na propriedade e traz para vender aqui em Boa Vista”.

Segundo a dona de casa Raimunda Soares Castro, a ação é muito importante. “Para a gente, que não tem uma renda fixa, é uma boa. Eu comprei 6,8 quilos de peixe e paguei só R$ 34, faz muita diferença. É uma parceria que eu espero que continue. Os governantes têm que trabalhar em prol das pessoas mais carentes”, afirmou.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas