Cotidiano
 
Municípios de Roraima têm data marcada para criar Fóruns de Agricultura Familiar
Os Fóruns têm o objetivo de discutir os rumos da produção rural familiar, buscando soluções para os gargalos que dificultam o desenvolvimento agrícola nos estados
 
Por - Redação I 17/01/2014 - 11:24 -
———————————————————————————————————————————
A Agricultura Familiar é responsável pela produção de grande parte dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros. Apesar da importância desse setor para o país, ainda são muitas as barreiras que impedem o seu pleno desenvolvimento. Para mudar essa realidade a Embrapa e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) a firmaram, em junho de 2013, um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento das pequenas propriedades rurais por meio da criação de Fóruns Municipais.

Os Fóruns têm o objetivo de discutir os rumos da produção rural familiar, buscando soluções para os gargalos que dificultam o desenvolvimento agrícola nos estados. A ideia é levar em consideração a realidade local, atuando em conjunto com as diversas entidades e organizações representativas da agricultura familiar, poderes públicos municipal, estadual e federal, agências de desenvolvimento, sindicatos dos trabalhadores rurais, centros de pesquisa e extensão rural.

A Embrapa Roraima abraçou a ideia e desde dezembro do ano passado vem realizando reuniões de sensibilização em alguns dos municípios de Roraima. O resultado desses primeiros encontros foi a fixação das datas para a criação dos Fóruns de agricultura familiar em Rorainópolis, São João da Baliza, Caroebe e Cantá. O esperado é que até o final de 2014 sejam criados Fóruns em todos os municípios do estado.

Para Otoniel Duarte, Chefe-geral da Embrapa Roraima, os fóruns serão locais democráticos, onde todos terão voz ativa. “A meta é desenvolver a agricultura familiar, e para isso vamos fazer o levantamento das demandas e buscar as soluções mais adequadas para cada município”.

Além de ser uma das organizadoras dos fóruns, a Embrapa também promoverá capacitações e auxiliará o encaminhar das propostas discutidas e aprovadas nas reuniões às instâncias competentes. “Será um esforço conjunto que permitirá a Embrapa desenvolver ações de pesquisa mais integradas às dinâmicas locais, auxiliando no processo de tomada de decisão e formando uma cadeia positiva de ações e resultados que contribuam para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares do estado”, completa Otoniel.

 
 
 

 

 

Imprimir Enviar Corrigir Tamanho: A+ a-




Notícias relacionadas